Fotos IBP

Contagiando as pessoas a viverem para a Glória do Senhor

 

Fomos escolhidos por Deus, não apenas para gozar da vida eterna, mas também para desfrutarmos de uma vida das bem-aventuranças aqui, na Terra.

Deus espera dos salvos, que cumpram Seus mandamentos, tenham uma vida reta e íntegra diante dele e dos homens: “viver de maneira que possamos contagiar outras pessoas com o estilo de vida em que vivemos e porque vivemos dessa maneira”.

Muitos líderes têm-se valido de meios para contagiar vidas, mas são meios que realmente não têm apoio na Bíblia.

Os meios mais comuns são baseados em promessas: “Toma lá, dá cá”. “Se você der a Deus ($$$, via igreja), Deus lhe retribuirá a confiança e fé com muitas bênçãos na sua vida”. Muitos aderem a essas promessas, hábitos adquiridos pelo apelo que jogos de azares promovem aos seus apostadores.

Outros líderes têm usado o nome de Jesus para curar enfermos e libertar os oprimidos, porém são pessoas que acabam vindo para a igreja, mas não permanecem, porque sua casa não foi fundada na rocha que é Cristo, não sabem do valor e poder da cruz do Calvário. Por isso, muitos passaram por igrejas e hoje estão fora.

 Reconhecemos que devemos usar o nome de Jesus para curar e libertar as pessoas, foi nos dado o direito de usar esse nome poderoso, mas não devemos ficar apenas nisso. Porque as pessoas, além de experimentar o poder do Senhor, devem conhecer e andar com esse Senhor poderoso.

A Bíblia aponta formas para contagiarmos as pessoas, usando meios saudáveis com apoio bíblico.

1º- simpatia do povo: viver como viviam os irmãos da igreja primitiva: o verdadeiro evangelho, em orações constantes, tendo temor a Deus, em verdadeira comunhão e sendo caridosos (Atos 2.42-47).

2º- comprometimento com o Senhor da glória: cada membro deve estar comprometido com o Senhor da Igreja e com a Igreja do Senhor. Vivendo para a glória de Deus.

3º”- cheio da graça e verdade: Sermos simpáticos, falando e vivendo a verdade, foi assim que João escreveu a respeito de Jesus: E o Verbo se fez carne e habitou entre nós cheio de graça e de verdade” (João 1.14a).

4º- unidade da fé: precisamos ser unânimes em nossa caminhada cristã (Efésios 4.1-6), sendo cooperadores, de acordo com p propósito de Deus para cada um de nós.

Se vivermos esses ensinamentos bíblicos, contagiaremos outras pessoas, que terão oportunidade de viver uma vida constante na presença de Deus.

 

Pr. Osmar Bento